Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional

Acesso Rápido:

Fundepar

06/03/2020

Colégio Militar de União da Vitória começa a funcionar em 2021

O Colégio Estadual Dr. Lauro Müller Soares, em União da Vitória, passará a ser um Colégio Militar a partir do ano que vem. O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou nesta quinta-feira (5), em evento no município, a liberação de R$ 750 mil para reformas na unidade.

O Colégio Militar de União da Vitória será o quinto do Paraná. A transição teve início já nesta semana. “É um anseio por parte da sociedade, um novo modelo de ensino e gestão. É uma possibilidade a mais para aqueles que querem estudar com essa metodologia”, afirmou Ratinho Junior.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, o projeto está alinhado com a Secretaria de Educação e do Esporte. “Já temos efetivo na escola e em 2021 poderemos começar as atividades. Há expectativa de dobrar o número de inscritos. E é um colégio com a marca da Polícia Militar, instituição que há 165 anos trabalha em prol da sociedade paranaense”, afirmou. “É um projeto que o governador aposta e nós temos a missão social de desenvolvê-lo com a comunidade”.

“É de conhecimento público o nível de excelência do ensino dos Colégios Militares, como apontam as notas dos alunos nas provas aplicadas em todo o Brasil. E com o objetivo claro de colocar o Paraná no primeiro lugar nacional do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), o Governo do Estado está levando colégios da PM a todas as regiões do Estado”, acrescentou o deputado estadual Hussein Bakri, líder do Governo na Assembleia Legislativa.

NOVO MODELO - O Decreto 3.468/2019, assinado pelo governador Ratinho Junior em novembro do ano passado, autorizou a implantação do colégio da Polícia Militar em União da Vitória. A partir de então, a Secretaria da Educação e do Esporte e da Segurança Pública iniciaram o processo pedagógico da transformação, acompanhadas pela atual direção e corpo docente, e pelo comando militar.

Os alunos já matriculados no Lauro Müller passaram a conhecer a metodologia de ensino da Polícia Militar nesta semana e o teste seletivo para o ingresso de novos alunos do sexto ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio acontecerá em junho. As aulas começam apenas em 2021.

O colégio passará por reformas e será estruturado de acordo com parâmetros da PM. Os recursos do Governo do Estado somam R$ 750 mil. Os reparos envolvem a substituição do piso da quadra de esportes, nova iluminação, reformas nas salas de apoio, adaptações na instalação elétrica, pintura e calçamento.

O Colégio Militar de União da Vitória poderá abrigar até 800 alunos. Na estrutura de funcionários e professores, haverá mudanças, uma vez que determinados postos serão ocupados por militares. Dentro do Lauro Müller será criado, ainda, um pequeno batalhão para organização da nova dinâmica de funcionamento da escola.

COLÉGIOS MILITARES - O Colégio Militar de União da Vitória é uma parceria do Governo do Estado com a Polícia Militar. Já existem estruturas similares em Curitiba, Londrina, Maringá e Cornélio Procópio – os últimos três foram inaugurados em 2019.

A rede estadual de educação do Paraná também terá quatro escolas cívico-militares a partir de 2020. O projeto-piloto é parte do Programa Nacional Escolas Cívico-Militares, do Ministério da Educação e Cultura, e será implementado nos colégios estaduais Beatriz Faria Ansay, em Curitiba; Professora Adélia Barbosa, em Londrina; Tancredo Neves, em Foz do Iguaçu; e Vinícius de Moraes, em Colombo.

FUNDEPAR - Outros dois colégios (José de Anchieta e Astolpho Macedo de Souza) de União da Vitória vão receber investimentos de quase R$ 2 milhões do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar). As obras são para reparos gerais e melhorias na infraestrutura.

Fonte: ANPr.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.