Profissionais da construção conhecem novos conceitos em obras em visita técnica
17/11/2021 - 09:06

A fim de ver de perto o novo conceito de construção modular, pré-fabricada, que atravessa a história da arquitetura mundial, usando práticas e logísticas diferentes e que se moderniza dia após dia, o secretário do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (SEDU), João Carlos Ortega, reuniu um grupo de profissionais e, juntos estiveram em Recife, Pernambuco, no início deste mês.

Junto com Ortega, participaram dessa visita técnica, a diretora de Operações do Paranacidade, Camila Mileke Scucato, o diretor-geral da Paraná Edificações (PRED), Marcus Mauricio de Souza Tesserolli, mais o diretor de Obras da PRED, Rafael Renann Braga Batista, o diretor presidente da FUNDEPAR, Marcelo Pimentel Bueno, e o prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre da Silva.

O QUE É – “A construção modular é um conceito novo. Esse tipo de construção pré-fabricada atravessa a história da arquitetura mundial, eventualmente com práticas e logísticas diferentes, que vêm se modernizando dia após dia”, reforçou Camila Mileke Scucato.

A diretora de Operações destacou que “a metodologia atual da construção modular ganhou espaço nos últimos anos, graças à revolução tecnológica e à busca constante por formas de construir com qualidade, segurança, economia, agilidade e redução na geração de resíduos”.

Ortega também se referiu às vantagens que observou nesse novo conceito de construção. “Os projetos de construção modular apresentam diversas vantagens como menor poluição ambiental, redução de ruídos e de poluição do ar. Por serem projetos que demandam um ambiente mais seguro, esse tipo de construção promove melhorias nas condições de trabalho e reduz os riscos de acidentes”, enfatizou o secretário da SEDU.

O diretor-geral da PRED, falou sobre o fato de que os projetos de construção modular dialogam bem com as ferramentas BIM, que tornam possível visualizar e avaliar as instalações hidráulicas, mecânicas e elétricas. “Além disso, também auxiliam na identificação das medidas de eficiência mais rentáveis”, elencou Tesserolli.

Camila realçou a possibilidade de listar outros benefícios que fazem diferença na hora de ponderar sobre a escolha, como rapidez, sustentabilidade, qualidade, controle e versatilidade.

“Conhecemos os produtos isotérmicos, são módulos pré-fabricados de alta performance que têm a propriedade de impedir a passagem de calor e manter a temperatura ou refrigeração/aquecimento do ambiente interno. São fabricados com chapas de aço galvalume com o núcleo em poliestireno expandido (EPS), garantindo uniformidade ao isolamento, proporcionando maior performance térmica e resistência”, assegurou a diretora de operações do Paranacidade, vinculado à SEDU.

Fonte: SEDU.

Últimas Notícias