Com investimento de R$ 13,5 milhões, Cascavel terá nova escola estadual para 1,5 mil alunos
18/01/2023 - 16:28

A cidade de Cascavel, na região Oeste do Paraná, vai receber um novo colégio da rede estadual de ensino. Ao final da construção, a estrutura da Escola Jardim Riviera comportará cerca de 1.500 alunos dos últimos anos do ensino fundamental e também do novo ensino médio que residem no bairro Floresta e adjacências. O projeto tem orçamento de R$ 13,5 milhões.

A ordem de serviço que autorizou o início das obras foi assinada no fim de dezembro pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar).

“Toda nova escola é uma vitória da educação e uma conquista para a comunidade. Os estudantes de Cascavel precisam dessa estrutura. É uma importante demanda atendida e um avanço para a qualidade do ensino estadual no município”, afirmou o secretário estadual da Educação, Roni Miranda.

Ele ressaltou que como toda grande conquista ela é feita em conjunto. “Foi essencial e empenho do Estado, dos deputados da região e da prefeitura, que trabalharam duro por essa conquista”, concluiu o secretário.

BALANÇO – Desde 2019, as obras de construção, reforma e ampliação de escolas de todas as regiões do Paraná receberam R$ 414,7 milhões de investimentos do tesouro estadual. Em pouco mais de quatro anos, 521 unidades foram concluídas, 163 possuem serviços em andamento e 66 estão com contratos assinados para início dos trabalhos em breve.

Apenas no Núcleo Regional de Educação de Cascavel, que engloba 18 municípios do Oeste do Estado, há 16 unidades escolares com obras em andamento. Os projetos totalizam aproximadamente R$ 24,7 milhões de investimentos para a região.

Os contratos são geridos pela Fundepar e as obras fiscalizadas por engenheiros e técnicos da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e da Paraná Edificações. Os detalhes de cada projeto e informações sobre o andamento das obras estão disponíveis no Portal da Transparência do Paraná.

De acordo com diretor-presidente da Fundepar, o trabalho integrado dos órgãos estaduais nos projetos garantem a qualidade das unidades entregues às comunidades escolares. “As obras seguem todas as premissas da Fundepar, como projeto, modalidade e instalações, com padrão rígido de qualidade”, afirmou Bueno.

 

Fonte: AENPr.

Últimas Notícias